top of page

Empresa não sabia que eu estava grávida e fui demitida.

Atualizado: 4 de jun. de 2023


fui demitida e estava grávida e agora?
https://www.gestantetemdireito.com/blog

Introdução: Ser demitida quando se está grávida e a empresa não tinha conhecimento da gestação pode gerar insegurança e dúvidas sobre os direitos trabalhistas. Neste artigo, abordaremos os pontos importantes a serem considerados nessa situação. Confira os tópicos abaixo para entender melhor seus direitos.


1. Comunique a gestação após a demissão:

  • Caso você tenha sido demitida sem que a empresa soubesse de sua gravidez, é recomendável que informe a gestação o mais rápido possível.

  • Entre em contato com a empresa, de preferência por escrito, e comunique a situação, fornecendo a documentação necessária, como atestado médico ou exame de gravidez.

2. Direitos da gestante:

  • Mesmo que a empresa não soubesse da gravidez, você possui direitos garantidos pela legislação trabalhista.

  • Entre esses direitos, destacam-se a estabilidade provisória no emprego, licença-maternidade e a garantia de não sofrer discriminação por motivo de gravidez.

3. Estabilidade provisória no emprego:

  • A estabilidade provisória garante que a gestante não seja demitida sem justa causa a partir do momento em que a empresa tem ciência da gravidez até cinco meses após o parto.

  • Mesmo que a empresa não soubesse da gestação, assim que for informada, a estabilidade deve ser assegurada.

4. Reintegração ao trabalho:

  • Caso tenha sido demitida sem justa causa enquanto estava grávida e a empresa não tinha conhecimento, você tem o direito de solicitar a reintegração ao trabalho.

  • Entre em contato com a empresa e informe que você estava grávida no momento da demissão. Solicite sua reintegração e o cumprimento dos direitos assegurados.

5. Acordo extrajudicial:

  • É possível buscar um acordo extrajudicial com a empresa para resolver a situação de forma amigável.

  • Consulte um advogado especializado em direito do trabalho para orientá-la e auxiliar nas negociações com a empresa.

6. Busque orientação jurídica:

  • É fundamental buscar orientação jurídica para entender seus direitos e garantir que sejam respeitados.

  • Consulte um advogado especializado em direito do trabalho para obter orientações específicas sobre sua situação.

Conclusão: Ser demitida sem que a empresa soubesse da gravidez pode gerar dúvidas e inseguranças sobre os direitos trabalhistas. É importante comunicar a gestação à empresa após a demissão, conhecer seus direitos, como a estabilidade provisória, e buscar orientação jurídica para tomar as medidas adequadas. Lembre-se de que você possui direitos assegurados pela legislação, independentemente de a empresa ter conhecimento prévio da gravidez.


Para mais informações acesse: https://www.gestantetemdireito.com

Comments


fui demitida gravida
bottom of page