top of page

Estou grávida e minha empresa fechou ou vai fechar: quais são meus direitos?

Atualizado: 4 de jun. de 2023


A situação de estar grávida e enfrentar o fechamento da empresa em que trabalha pode gerar preocupações e incertezas sobre os direitos trabalhistas. Neste artigo, abordaremos os pontos importantes a serem considerados nessa situação. Confira os tópicos abaixo para entender melhor seus direitos.


1. Informe-se sobre o fechamento da empresa:

  • Busque informações claras e precisas sobre o fechamento da empresa em que você trabalha.

  • Verifique se a empresa está encerrando suas atividades definitivamente ou se haverá transferência para outra empresa ou filial.

2. Consulte um advogado especializado:

  • É recomendável buscar a orientação de um advogado especializado em direito do trabalho para analisar sua situação específica e fornecer orientações legais adequadas.

3. Direito ao pagamento de verbas rescisórias:

  • Caso a empresa feche e não possa cumprir com suas obrigações financeiras, você terá direito ao pagamento das verbas rescisórias, como aviso prévio, saldo de salário, férias vencidas e proporcionais, 13º salário, entre outros.

4. Busque informações sobre o seguro-desemprego:

  • Verifique se você preenche os requisitos para receber o seguro-desemprego, um benefício pago pelo governo a trabalhadores demitidos sem justa causa.

5. Proteção da estabilidade provisória:

  • Se você estava grávida e a empresa fechou durante o período de estabilidade provisória, você ainda terá direito à estabilidade mesmo após o encerramento das atividades.

  • Entre em contato com um advogado para garantir que seus direitos sejam protegidos.

6. Busque outras oportunidades:

  • Em caso de fechamento definitivo da empresa, será necessário buscar novas oportunidades de emprego.

  • Atualize seu currículo, utilize redes de contatos, explore sites de emprego e consulte agências de recrutamento para encontrar novas possibilidades de trabalho.

Conclusão: Enfrentar o fechamento da empresa enquanto se está grávida pode ser uma situação desafiadora. É essencial conhecer seus direitos, buscar a orientação de um advogado especializado e garantir o recebimento das verbas rescisórias devidas. Esteja ciente da estabilidade provisória e das possibilidades de receber o seguro-desemprego. Lembre-se de explorar outras oportunidades de trabalho para garantir sua segurança financeira e bem-estar durante a gestação.

52 visualizações0 comentário
bottom of page