top of page

Estou grávida e sofrendo pressão psicológica no trabalho.

Atualizado: 30 de mai. de 2023


Introdução: Quando uma mulher está grávida, é fundamental que ela tenha um ambiente de trabalho saudável e livre de pressões psicológicas. No entanto, nem sempre isso acontece. Neste artigo, abordaremos os passos a serem seguidos para lidar com a pressão psicológica no trabalho durante a gravidez. Confira os tópicos abaixo para entender melhor como enfrentar essa situação.

1. Reconheça os sinais:

  • Esteja atenta aos sinais de pressão psicológica no trabalho, como comentários inadequados, tratamento diferenciado, exclusão ou sobrecarga de tarefas.

  • Reconhecer os sinais é o primeiro passo para lidar com a situação de forma adequada.

2. Busque apoio emocional:

  • Procure apoio emocional de pessoas próximas, como familiares, amigos ou parceiro.

  • Compartilhar suas preocupações e angústias pode ajudar a aliviar o estresse e obter diferentes perspectivas sobre a situação.

3. Documente os incidentes:

  • Mantenha um registro detalhado de todos os incidentes de pressão psicológica que você enfrentar no trabalho.

  • Anote datas, horários, pessoas envolvidas e detalhes sobre o que foi dito ou feito. Essas informações serão úteis caso seja necessário tomar medidas legais futuramente.

4. Converse com o agressor:

  • Se sentir confortável, considere conversar diretamente com a pessoa responsável pela pressão psicológica.

  • Exponha seus sentimentos e explique como as ações ou palavras estão afetando você. Às vezes, uma conversa franca pode levar a uma mudança de comportamento.

5. Procure o departamento de recursos humanos:

  • Caso a conversa com o agressor não traga resultados ou se sentir insegura em abordar o assunto, busque o apoio do departamento de recursos humanos da empresa.

  • Apresente seu caso detalhadamente e solicite medidas para resolver a situação, como uma investigação interna ou a intervenção de um mediador.

6. Consulte um profissional de saúde mental:

  • Caso a pressão psicológica esteja causando um impacto significativo em sua saúde emocional, considere buscar o auxílio de um profissional de saúde mental.

  • Um psicólogo ou psicoterapeuta poderá fornecer suporte adequado e estratégias para lidar com o estresse e as emoções relacionadas ao ambiente de trabalho.

7. Conheça seus direitos e busque orientação legal:

  • Familiarize-se com a legislação trabalhista em relação aos direitos das gestantes e busque orientação legal, se necessário.

  • Um advogado especializado poderá avaliar sua situação e orientá-la sobre as melhores medidas legais a serem tomadas, caso a pressão psicológica persista ou se torne insustentável.

Conclusão: Sofrer pressão psicológica no trabalho durante a gravidez é uma situação delicada e preocupante. É importante reconhecer os sinais, buscar apoio emocional, documentar os incidentes, conversar com o agressor (se possível), envolver o departamento de recursos humanos, consultar um profissional de saúde mental e conhecer seus direitos e opções legais. Lembre-se de que sua saúde e bem-estar são prioridades, e é fundamental tomar as medidas necessárias para garantir um ambiente de trabalho saudável durante a gravidez


Raphaela Rossi Bondan, Advogada especialista em direito do trabalho e previdenciário, inscrita na OAB/SC 52.087 SC, escritório de advocacia localizado na Rua Uruguai, 51, sala 1, Centro, Chapecó/SC, CEP 89801-570.

Para mais informações acesse: https://www.gestantetemdireito.com/blog

Telefone e WhatsApp (49) 3026-1448

bottom of page